chrisbain.me
BAIXAR MOBI
 

MUSICA CHARUTO DE RASTA PLANTA E RAIZ BAIXAR

chrisbain.me  /   MUSICA CHARUTO DE RASTA PLANTA E RAIZ BAIXAR
postado por Cecily

MUSICA CHARUTO DE RASTA PLANTA E RAIZ BAIXAR

| Diversão

    Ta rindo de que / Qual é graça / Não pode explanar, vê se disfarça, sai do ilêro pra fumar na praça / Charuto de rasta não faz fumaça / Chega mais pra. Ouvir, Baixar gratuitamente a música Charuto De Rasta - Onda R - Alma. Confira também outros sucessos de Onda R no chrisbain.me Planta e Raiz - Charuto de Rasta (Letras y canción para escuchar) - Ta rindo de que / Qual é graça / Não pode explanar, vê se disfarça, sai do ilêro pra fumar na .

    Nome: musica charuto de rasta planta e raiz
    Formato:ZIP-Arquivar (MP3)
    Sistemas operacionais: iOS. Android. Windows XP/7/10. MacOS.
    Licença:Grátis (* Para uso pessoal)
    Tamanho do arquivo:3.61 MB


    CHARUTO RASTA MUSICA PLANTA BAIXAR RAIZ DE E

    Xote da Alegria 8. É tenso. Search the history of over billion web pages on the Internet. Isso é muito importante pra mim e pra muitas pessoas. Ouça a faixa também via streaming: SMB. Fiz o convite e ela foi uma querida. Naquela época, gostava de cinema, mas nunca tinha pensado em trabalhar com isso. See More. Take a number, please.

    Ouvir, Baixar gratuitamente a música Charuto De Rasta - Onda R - Alma. Confira também outros sucessos de Onda R no chrisbain.me Planta e Raiz - Charuto de Rasta (Letras y canción para escuchar) - Ta rindo de que / Qual é graça / Não pode explanar, vê se disfarça, sai do ilêro pra fumar na . Ponto De Equilibrio - Charuto de Rasta (traducción) (Letras y canción para disfarça / Eu saí do ilê pra fumar na praça / Charuto de rasta não faz fumaça / / Chega. perto srow vou musicas que escholher de reggae vende meu terreno fazer . Aplicaciones Disponible en Google Play Descargar en App Store Descargar. Ta rindo de que? / Qual é graça? / Não pode explanar, vê se disfarça, sai do ilêro pra fumar na praça / Charuto de rasta não faz fumaça, / Chega mais p. Aprenda a tocar a cifra de Charuto de Rasta (Ponto De Equilibrio) no Cifra Club. Tá rindo de quê? Qual é a graça não pode explanar / Vê se disfarça, eu sai do.

    Beto Botho - Cd Saulo Roston - Cd Passos Pela Rua Só um Dia Você Foi Feita pra Mim Quero Muito com Você Milenar Pra Tudo Voltar Pro Lugar Angel Jon Secada Outra Noite Beija Eu Quando o Sol Chegar Chicabana Em Recife-Pe Aviões Do Forró - Parauapebas-Pa Luan Santana no Villa Country Solteirões do Forró - Limoeiro do Norte-Ce Arreio de Ouro em Caririaçu-Ce Garota Safada- Repertório novo -Agosto Saia Rodada em Floresta-Pe Chiclete com Banana - Circuito Voa voa Parte 1.

    Parte 2. Parte 3. Bruno e Marrone - Essencial Choram as Rosas — Lloran Las Rosas Por um Minuto — Por Un Minuto Vai Dar Namoro Bijuteria Doce Desejo ao Vivo — Part.

    Menina — Querida Deixa Que Pescar que Nada Favo de Mel. Vale Night Dia Do Asa Anjo Bebê Egito É Egito É Hora De Amar Cerveja E Coco Vale Da Magia Dou Tudo Por Você Fonte De Desejos Sonho De Amor Remix Bota Pra Fever Remix Com Amor Remix. Saia Rodada - S. Bonde do Maluco Vol 5 Cavaleiros do Forró - Currais Novos-Rn Rindo à Toa 2.

    Xote do Milagres 3. Avisa 4.

    E RASTA CHARUTO PLANTA MUSICA RAIZ BAIXAR DE

    Asas 5. Falamansa Song 6. Medo do Escuro 7. Xote da Alegria 8. A Falta Fique com a Saudade Chuva Um Dia Perfeito Como Alcançar uma Estrela Feinha Decola Hora do Adeus Luiz Gonzaga.

    Corazón Partío — Com Alejandro Sanz Estrela Cadente — Com Alexandre Pires Teus Olhos — Com Marcelo Camelo Céu da Boca — Com Gilberto Gil Ajayô - Com Luiz Caldas Dunas — Com Rosa Passos Sintonia e Desejo — Com Aviões do Forró Cad voc, cad voc? Suas vendas e brantados J viraram tradio Os seus banzus e quebrantos Quero ver todos no cho Clementina, cad voc? O partido de fato Uma grande epopia Daqui a pouco Clementina Vai fazer prosopopia Clementina, cad voc? Clementina de Jesus de fato partideira Tira verso improvisado Numa roda de primeira Clementina, cad voc?

    Coisa de corao de: Jonny, Rubinho: intrprete: Guadalupe disco: Me faz bem, gravadora: ano: Seguindo esse caminho Cumprindo esse destino Andando por a eu vou.

    J escreveu atrs do caminho "A mulher que no se esquece. J escreveu atrs Do caminho mulher que no. Coisas do mar de: Mauro Diniz, Ratinho: intrprete: Agep disco: Cultura Popular, gravadora: ano: camaro Peixe vivo vem do mar camar Pega a rede, vai pescar camaro Barco a vela leva o vento Pras correntezas do mar Noite fria de tormento Reza prece Iemanj Nuvem escura forma um vu Escondendo o luar Mas existe algum no cu Que tambm pode ajudar Vai pescador Leva teu barco pro mar camaro Peixe vivo vem do mar camar Pega a rede, vai pescar Horizonte sol chegando As gaivotas sobre o mar Lindo dia anunciando Pescador j vai voltar Peixe bom quem vai querer Vem correndo pra baixar No demora pra vender Meio cesto vende j A mar no estava boa Amanh vai melhorar.

    Com f em Inhans de: Osny Silva, J. Tem baiana formosa de bata rendada, De brincos de ouro e sandlia enfeitada, Como requebra bem, Quem me dera, Ai, se eu pudesse ir Conceio tambm.

    Ver jogar capoeira, Ver roda de samba, E a nega do acaraj, Eu no perco meu bem esta f, De um dia ir a Conceio, Ver na roda de samba, Nego se embolando na areia, no cho. Conto de areia de: Romildo S. Bastos, Toninho Nascimento: intrprete: Clara Nunes disco: Alvorecer, gravadora: ano: gua no mar, mar cheia i, Mareia i gua no mar, mar cheia i, Mareia i, mareia Contam que toda a tristeza que tem Na Bahia nasceu de uns olhos morenos Molhados de mar No sei se conto de areia ou se fantasia Que a luz da candeia Alumia pra gente contar.

    Conto de areia de: Romildo, Toninho: intrprete: Simone disco: Raio de luz, gravadora: ano: gua no mar, mar cheia, oi Mareia, oi, Mariea Contam que toda tristeza Que tem na Bahia Nasceu de uns olhos morenos.

    RASTA PLANTA BAIXAR DE RAIZ MUSICA E CHARUTO

    Corao Nag de: Paulo Debtio, Paulinho Rezende: intrprete: Agep disco: Agep, gravadora: ano: mal-debal Que gente linda, gente negra to feliz Como bonito o canto santo de Olori Que soa forte feito grito de Zumbi A terra da vida no il-ayi Quem abre os caminhos do mundo Afreket Oju-ob!

    Salve os olhos de Xang L nem muzenza rodopia ia I, i, i, i, i Zambi abenoou povo de alm-mar Sangue de mal, i, i, i. Como grande esse afox-lorum Nada mais forte que o poder de Olorum.

    Coroa de Areia de: Mauro Duarte, Paulo Csar Pinheiro: intrprete: Clara Nunes disco: Clara, gravadora: ano: Mame mandou que eu fosse na beira da praia rezar Mame mandou que eu fosse na beira da praia rezar Mame mandou e eu fao o que mame mandar Mame mandou e eu fao o que mame mandar A reza boa na beira do mar A reza boa na beira do mar A reza boa na beira do mar Mame mandou e eu fao o que mame mandar A coroa de areia Mas de areia de ouro Pedra de ouro, sereia A coroa de areia Sereia do mar Pedra de ouro de areia De ouro, sereia A coroa do mar Sereia, sereia Dona da areia Coroa de ouro sereia.

    Toca cowboy toca cowboy Jorge Ogum, Ogum, Ogum Dia 23 continua sendo O dia de cowboy Jorge Na terra no ar na terra no mar Jorge toca com 23 tambores Jorge toca com 23 amores Jorge toca com 23 batuqueiros Jorge toca com 23 terreiros Na terra, no ar, na terra, no mar Jorge toca para Deus e para os santos Toca para as crianas e para os anjos Toca para seu amigo que sofre do corao Toca para o bem geral da nao Toca para alegria dominical Toca para o homem e o animal Toca para para um gol de placa Para a sensualidade de sua amada Na terra no ar na terra no mar Jorge toca para a lua e para o sol Toca para chuva e para o vento Toca para o acontecimento do nascimento Dessa criana, dessa esperana Dessa bonana, salve essa criana Na terra, no ar, na terra, no mar Ogum, Ogum, Ogum Ogum, Ogum, Ogum.

    Pra passar batom pra qu? Pra ficar bonita L em Itaparica. Deixa o bicho de: Nei Lisboa, Humberto Gessinger: intrprete: Nei Lisboa disco: Carecas da Jamaica, gravadora: ano: Tudo caminho, deixa o bicho Tudo vontade de acertar Quem sobe sempre vem de baixo Quem desce um dia vai voltar A noite chega, o santo baixa. Depois que o Il passar de: Milto: intrprete: Caetano Velosos disco: Caetano Veloso, gravadora: ano: Rebentou Il ai curuzu Papo de angola ijex Vamos pra cama meu bem Me peque agora Me d um beijo gostoso Pode at me amassar Mas ma solta quando o Il passar Quero ver voc, il ai Passar por aqui No me pegue, no me toque Por favor no me provoque Eu s quero ver o il passar Quero ver voc, il ai Passar por aqui.

    Deus do fogo e da justia de: Brown: intrprete: Ara Ketu disco: Ara Ketu, gravadora: ano: ci, o nome desse orix Est gravado na histria Eu no posso mencionar Gerado, foi criado Est esculpido na mente Muito alm da minha conscincia. Foram 17 anos, 17, 7, 7 Foram 17 anos, 17, 7, 7 Se o destino no engano 17 naufraguei, 17 esperei, 17 Desesperei Eu joguei no dezessete, meu dinheiro Enterrei At pelos sete lados, 17 eu cerquei Foram 17 anos, 17, 7, 7 Foram 17 anos, 17, 7, 7 17, 7, 7, 17 Por causa do 17 Quase fui pra cadeia Foram 17, 7, 7 Foram 17, 7, 7 Aps 17 anos Agradeo a Oxal Acabou-se o desengano Hoje vivo a cantar.

    Dia de festa de: Moacyr Santos, Geraldo Vandr: intrprete: Geraldo Vandr disco: Hora de lutar, gravadora: ano: Hoje dia de festa Todos vo se encontrar Toda dor todo pranto Hoje vai se acabar bis Vai sentir a beleza Joga as flores no mar Deixa toda tristeza no seio de Iemanj bis Vai que nossa senhora Pode nos protejer Vai e no te demora Que j vai amanhecer bis Vai e Volta contente Todos vo te esperar Traz amor pra essa gente L na beira do mar.

    Divina Malcia de: Roque Ferreira: intrprete: Alcione disco: Emoes reais, gravadora: ano: Orix do meu amor Epa bab Quero ser teu Xang Meu Orumil Nos barajs do seu colo tem um qu Coito, cadangue, cassangue, canjer No seu colo, essa divina malcia, me d Essa coisa, essa leseira, preguia, me d Quero ver voc bailar, bailar Catende No seu colo me ninar Mambembe Quando seu colo coleia me calo, odoi Porque me bole esse bolimbolado nag Baixa um santo sensual, que me pega Me retesa como um arco, na mira Me amolece como doces quadris, no merengue No merengue, no merengue Orix do meu amor Epa bab Quero ser o teu Xang Meu Orumil.

    Doce esperana de: Roberto Mendes, J. Velloso: intrprete: Daniela Mercury disco: Daniela Mercury, gravadora: ano: Estou aqui pra viver a procura de amor Por onde for ouvindo ora i i Quero pertencer a uma filha de Oxum Olorum, me diz o que fazer. Doce esperana de: Roberto Mendes e J. Dois de fevereiro de: Dorival Caymmi: intrprete: Maria Bethnea disco: Nada alm, gravadora: ano: Dia dois de fevereiro Dia de festa no mar Eu quero ser o primeiro A saudar Iemanj bis Eu mandei um bilhete pra ela Pedindo pra ela me ajudar Ela ento me respondeu Que eu tivesse pacincia de esperar O presente que eu mandei pra ela De cravos e rosas vingou Chegou chegou chegou Afinal que o dia dela chegou Bis.

    Droba a lngua! Diante da tentao Sacava do rosrio E arripiava em trote de avestruz Mexia um balaio grande Muito mais macio Que o boto cor-de-rosa do Cust Vejam s O Z Zuza cismou de ser pesquisador E se mandou de gravador Pro terreiro onde se desenvolvia a a Ya , laroi!

    Menina, menina, menina, menina Oxum da Mina menina, menina ora i i Oxum da Mina Dia, dia, dia menin Vem menina Dia, dia, dia Menina menin menina menin menina menin menina Oh o mame Oxum. Ai, ai, ai, No viu voc Ai, ai, ai, No viu, Foi pena no ver. No viu sua cidade iluminada, Feira do Sete, Calada, Nem subiu a Conceio, Seus lindos coqueirais em cada palma, Vo falar mais alto alma Que prendeu meu corao No quero dar exemplo, S contemplo a verdade, no minto, Falo somente o que sinto, E no sou baiano, no.

    Cantei tambm no Jandaia, E fui com trinta ao Bonfim, Fostes Conceio da Praia, Fiz uma prece por mim, Tambm da cidade alta, No meu peito o que no falta recordao, Ai, ai e no sou baiano, no. Festa sempre fao eu Pra salvar meu orix E a Bahia quem me deu Contas para o meu colar Salve, salve essa casa, moo Salve, esse ganzu Viver a minha vida o ouro Minha me vem me ninar Vem minha me Menininha Vem minha me me ninar. Encantos de Iemanj de: Jackson Dantas: intrprete: Banda Mel disco: Fora Interior, gravadora: ano: Encantos de Iemanj Rainha das ondas do mar Protegei , protegei , bis Protege seu filho pescador Um homem que sempre te amou Que faz do mar seu prprio lar Seu po e vinho e Iemanj Um homem que sempre te amou 4x Protegei , protegei ,.

    Ara Ketu Que diz? Nas matas eu vi Ossaim Nas matas eu vi Ossaim Venho contar a histria de um caador Que na floresta se perdeu Por causa de uma poo mgica A sua me preocupada com a sua demora Mandou seu irmo "o guerreiro" Invencvel procur-lo Com muito esforo Achavam e uniam os coraes Com conversa e mais conversa Buscavam a paz e a unio E a histria se formou To linda demais Que o elo o talento Da lenda "o encontro dos orixs" A galera vem mostrar H, h, h Ara Ketu.

    Era tarde de: Saul Barbosa, J. Velloso: intrprete: Banda Mel disco: Banda Mel, gravadora: ano: Era tarde demais pra ter volta Ainda mais com a beno de Iemanj Que me abraa com o mar e no me afoga Me sufoca por tanto gostar Dos contos de fada ela no acorda Mais eu sou filho do Gantois Que me ajuda e traz sempre de volta Minha fora que vem de Oxal Levei para ver como anda a verdade No centro do patrimnio da humanidade Olodum ensinando dana para toda a cidade Alfazema de Gandy tirai toda a maldade , Odoi , bab , Odoi Olhos rasgados, triste franqueza Paredes com riscos pra desabar Pele turmalina tanta beleza Turma linda com o dom de encantar Mostrei para ela o que nobreza Pros seus olhos virgens de tristeza constatar Que mesmo no canto temido da pobreza onde nasce alegria para ela cantar.

    Er de: Michael Sullivan, Paulo Massadas: intrprete: Faf de Belm disco: Atrevida, gravadora: ano: Menino, menino, er Danado e doce como o qu A lua cheia vai chegar Olha que eu fao mironga Pra voc ficar Na tua pele mel queimar No quero nem imaginar Menino, olhar selvagem e quente Faz a cabea da gente, faz rodopiar Mania de enfeitiar Tesouro, ouro, o cu e o mar Remexe o corao da gente E no h santo que agente Quero mais te amar Menino, menino, er Transe e cheiro de amor no ar Me embolar com voc ficar Quero mais Quero mais Te amar.

    Escurinho de: Geraldo Pereira: intrprete: Aracy Crtes, Clementina de Jesus, Conjunto Rosa de Ouro disco: Rosa de Ouro, volume 1, gravadora: ano: O Escurinho era um escuro direitinho Agora est com uma mania de brigo Parece praga de madrinha Ou macumba de alguma Escurinha que lhe fez ingratido Saiu de casa ainda no faz uma semana J a mulher do Z Pretinho carregou Botou embaixo o tabuleiro da bahiana Por que pediu fiado e ela no fiou J foi no Morro do Formiga procurar intriga J foi no Morro do Macaco e j bateu num bamba J foi no Morro dos Cabritos procurar conflito.

    Escurinho de: Geraldo Pereira: intrprete: Dolores Duran disco: Dolores Duran, gravadora: ano: O escurinho era um escuro direitinho Agora est com a mania de brigo Parece praga de madrinha ou macumba de Alguma escurinha que lhe deu seu corao Saiu de cana ainda no faz uma semana J a mulher do Z Pretinho carregou Botou abaixo o tabuleiro da baiana Porque pediu fiado e ela no fiou J foi no morro da Formiga pra fazer intriga J foi no morro do Macaco j bateu Num bamba J foi no Morro do Cabrito provocar conflito J foi no Morro do Pinto pra acabar com o samba.

    Esse mundo meu de: Srgio Ricardo, Ruy Guerra: intrprete: Nara Leo disco: Nara, gravadora: ano: Esse mundo meu Esse mundo meu Escravo do reino estou Escravo do mundo em que estou Mas acorrentado ningum pode amar Mas acorrentado ningum pode amar Sarav, Ogum Mandinga da gente continua Cad o despacho pra acabar? Santo Guerreiro da floresta, Se voc no vem eu mesmo vou brigar Se voc no vem eu mesmo vou brigar. Estado de graa de: Moraes Moreira, Armandinho: intrprete: Moraes Moreira disco: Cidado, gravadora: ano: Ouve o baticum Destes coraes Ouve a nossa voz Onde bate rum Tambm bate l Rumpi somos ns Deus e o demnio Nave um patrimnio O real e o sonho, carnaval Iluso, vendaval No sobe e desce da ladeira, ah O nosso estado de graa, amor Descendo a Chile ou o So Bento, Eu arrebento aqui na praa e vou Tomando banho de mangueira, ah Vem o prazer e pacifica a dor J manh de quarta-feira, E a festa cinzas ainda no virou Como se faz na boa Em outra terra no se faz Pra cada um querendo guerra Tem mais de mil fazendo amor e paz.

    Estrela Dalva de: J. Estrela dDlva de: J. Firma ponto! Bahia, que terra do meu samba Quem nasce na Bahia bamba, bamba, Bahia terra do poeta Terra de doutor e "etecetra" Eu tenho tambm o meu valor ora se tenho E vivo com muita alegria, O samba o meu av, macumba a minha tia, Sou prima do grande violo, Sou bamba no batuque e no pandeiro, Meu pai o homem das moamba O grande e conhecido candombl Bahia Eu gosto muito da viola, A moa feita s de pinho, Parenta do grande interventor, O bamba e respeitado cavaquinho, O delgado tamborim, com jeito e com diplomacia Na batucada diz assim: Que o samba tem tambm delegacia Bahia -Entra na linha de frente, pa!

    Encerra gente! Eu tambm quero conhecer a Bahia A velha Bahia de So Salvador, E tambm ver os lindos coqueirais, Depois vou dar um jeito de viver em paz. Se na Bahia me namorar, Talvez eu volte, talvez eu fique por l Sem a ioi, quando encontrar a iai, Iai! Mas se ela no for sincera, Eu no vou querer, Deixo de lado a nega feiticeira, E volto c pro Rio de qualquer maneira. Eu vi Oxum na beira do mar de: Osny silva, J.

    Eu vim da Bahia de: Gilberto Gil: intrprete: Gilberto Gil disco: Gilberto Gil em concerto, gravadora: ano: Eu vim, eu vim da Bahia cantar Eu vim da Bahia contar Tanta coisa bonita que tem Na Bahia que meu lugar Tem meu cho, tem meu cu, tem meu mar A Bahia que vive pra dizer Como que se faz pra viver Onde a gente no tem pra comer Mas de fome no morre porque Na Bahia tem Me Iemanj De outro lado o Senhor do Bonfim Que ajuda o baiano a viver Pra sambar pra cantar pra valer Pra morrer de alegria na festa de rua No samba de roda, Na noite de lua, No canto do mar.

    Vou ver se arranjo uma Figa de Guin Eu vou l no Candombl Eu vou l no Candombl Vou implorar ao meu santo protetor Pra me livrar do mal-olhado Dessa gente que s quer me ver penar Eu no aguento mais Pois j estou na quebradeira Ai, ai, meu Deus J no posso mais viver dessa meneira. Um nome na histria vou buscar, Sargento Camaro heri foi da Bahia, Castro Alves nos faz relembrar Tempos da abolio, poeta da Bahia, Rui Barbosa fogo triunfal, Voz da raa e do bem, o gnio da Bahia, E h neste todo natural, O que a baiana tem, a graa da Bahia.

    A Bahia tem conventos, Tem macumba e tem moamba, Mas onde ela mais Bahia, no batuque, no samba Foi na Bahia das igrejas todas de ouro, Onde valem as morenas um tesouro como nenhum, Como nenhum pode haver,. Alegria, i, do Brasil. F afox de: Rick Maggia, Pedrin Gomes: intrprete: Central Africana disco: Central Africana, gravadora: ano: A frica brasileira a Bahia Seu cho puro cu de magia Kto, umbanda e candombl O toque do atabaque chama a f F afox ar, berimbau O povo canta pra afastar o mal O povo dana pra afastar o mal Ar, ag, ax, nag.

    Feitio de: Andr Filho: intrprete: Aurora Miranda disco: 78 RPM, gravadora: ano: Fui a Bahia pra fazer um canjer, Mulher bonita comigo tem que ferver, Com meu feitio vou fazer uma revoluo, Meu santo forte e ningum me mete medo no. No tenho nada nem tampouco tenho pretenso Sou da folia e a ningum eu dou meu corao. Foi a que eu conheci um tal de Preto-Velho Alcatraz Ih!

    Enzo Rabelo realiza primeiro show e inicia turnê pelo Brasil

    Ians-do-Brejo se arrancou pro morro, Vov Tanajura ficou grampeado E o coitado do Tio foi prestar conta na delegacia Apanhava igual a tambor de macumba, de longe os seus gritos o povo ouvia Desesperado ele gritava: "doutor sou um membro da sociedade, o dinheiro que arrecado no feitio s pra prestar caridade".

    Feitio Gorado de: : intrprete: J. Eu sorri: olha s. Voc adivinhou. De mos dadas seguimos pro Arpoador Os foguetes no cu, meia-noite, ento Houve um beijo infinito na beira do mar Linda mulher, o seu nome, qual? Ela disse: melhor deixar pra l Somos a noite do Rio, a paixo, O mistrio da lua passional Respondi: ento ta. Sei que no foi normal A ternura e o teso no maior carnaval O luar se escondeu, e a estrela mais s Despsncou desejando um romance banal Quando amanheceu Ela se despediu E entrou pelo mar Antes de mergulhar disse: Eu ando emotiva demais Um beijo, Meu nome Iemanj da Silva Fica em paz, Meu nome Iemanj da Silva Hoje e para sempre Iemanj da Silva.

    Festa da Conceio de: Osny Silva, J. Neves: intrprete: Osny Silva disco: Ogum Beira Mar, gravadora: ano: Vou pagar minha promessa Virgem da Conceio Em dezembro na festa Vou seguir a procisso Iemanj o seu nome Na lenda dos orixs a santa menssageira Do amor e da paz a santa menssageira Do amor e da paz Convido a todos irmos Desse meu pas Para comigo cantar Essa cano que eu fiz E nesse dia Rosas brancas ofertar querida virgem santa Rainha do mar querida virgem santa Rainha do mar.

    Primeiro dan de carat Filha de Xang de: Bira Paim: intrprete: Novos Brbaros disco: Guerrilheiros Brbaros, gravadora: ano: Estrela da frica Brilhante mgica, filha de Xang Beleza elegante Dos filhos de Gandhi Por ela esqueo do mundo Vou profundo Nessa transao Mais ainda bate No medo corao E todo esse medo, Iai que eu to pra decidir Se vou sumir com voc E se voc me assumir Meu bem querer Eu sou mais de ficar Com voc Dispenso a lua l fora Que pinta e que doce de chupar Por uma estrela luada To linda Sustento do lado esquerdo do peito Batendo um corao Vestido de medo por uma deciso.

    Filho da terra de: Lazzo: intrprete: Lazzo disco: Filho da terra, gravadora: ano: Essa pra quem no sabe Eu tambm sou da terra e estou cheio de amor Axezando o caminho Que pra mim foi traado por Olorum Nosso Senhor Trado o negro da noite.

    Senti cheiro de dend, Gosto bom de abar,. Firma o batuque de: Jairo Braulio, Mario Carabuna: intrprete: Grupo Pirraa disco: Fora maior, gravadora: ano: Firma o batuque menino Que isso samba de roda Samba de roda Samba de roda Isso no novidade L na Bahia moda Samba de roda Samba de roda Sarava sua gira Sarava sua banda Eu no quero conversa Moleque atrevido eu no quero onda bonito v A onda do mar balanar Mas o mar tenebroso voc tem que respeitar Firma o batuque.

    Fogo, Justia e Amor de: Bacalhau, Vadu da Ribeira: intrprete: Ara Ketu disco: Ara Ketu, gravadora: ano: Fazer o bem sem olhar a quem o nosso lema Embora houvesse algum Pra garfar nosso tema Sou Ara Ketu E aqui estou Dando a volta por cima Empunhando a bandeira Com muita f E levando bem alto A fora e a beno de Xang Ka, ka kabiesil Iluminado pelos raios da estrela maior Conquistou uma coroa de rei Da cidade de Oy Detentor do poder Do fogo, justia e amor Em unir o infiel e julgar o infrator Nesse mundo quem ama porque tem amor pra dar Entra no jogo da sorte Pra perder ou ganhar Justiceiro Xang Nosso grande orix Ka, ka kabiesile.

    Frumulunga de: Suss, Cicica: intrprete: Suss disco: Preto velho, gravadora: ano: Ai Baba de umbanda Ai Frumulugamba, gamba , dizem que umbanda tata dizem que tata banda dizem que umbanda tata Meu pai Frumulunga Cuzamb. Escrevi o meu nome Num fio de arame E quem quer que me chame vai ter que gritar Eh! Camar, Eh! Camar Eh! Fuzu Parede de barro no vai me prender Maria Macamba Perdeu a caamba num cateret Sambou noite e dia Que at parecia que a morrer.

    Tinha uma vaca, um burro e um louco Que recebeu seu Quando ele nasceu foi de teimoso Com a manha e a baba do tinhoso Chovia canivete Quando ele nasceu, nasceu de birra: Barro ao invs de incenso e mirra, Cordo cortado com gilete Quando ele nasceu sacaram o berro, Meteram fac, ergueram ferro Exu falou: ningum se mete!

    Quando ele nasceu tomaram cana, Um partideiro puxou samba Oxum falou: esse promete. Guerreira de: Joo Nogueira, Paulo Csar Pinheiro: intrprete: Clara Nunes disco: Guerreira, gravadora: ano: Se vocs querem saber quem eu sou Eu sou a tal mineira, Filha de Angola, de Keto e Nag No sou de brincadeira Canto pelos sete cantos No temo quebrantos Porque eu sou guerreira Dentro do samba eu nasci Me criei, me converti E ningum vai tombar a minha bandeira Bole com o samba que eu caio E balano o balaio No som dos tants Rebolo que deito e que rolo.

    Lzaro - Atot, Abaluai- Salve S. Macumba, , , , Macumba, , , , Foi batucar tambm, Iai me enfeitiou, , , Xang, , , iai me enfeitiou. Ians de: Gilberto Gil, Caetano Veloso: intrprete: Maria Bethnia disco: Drama, gravadora: ano: Ians comanda os ventos E a fora dos elementos Na ponta do seu florim uma menina bonita Quando o cu se precipita Sempre o princpio e o fim. Ians de: Gilberto Gil, Caetano Veloso: intrprete: Maria Bethnia disco: Maria Bethnia 25 anos, gravadora: ano: Senhora das nuvens de chumbo Senhora do mundo Dentro de mim Rainha dos raios, rainha dos Raios, rainha dos raios Tempo bom, tempo ruim Senhora das chuvas de junho Senhora de tudo Dentro de mim Rainha dos raios, rainha dos Raios, rainha dos raios Tempo bom, tempo ruim Eu sou um cu Para as tuas tempestades Um cu partido ao meio No meio da tarde Eu sou um cu.

    Iemanj de: Gilberto Gil: intrprete: Gilberto Gil disco: Caetano, Gal, Gil e Bethnia, gravadora: ano: Iemanj s se ver mar Iemanj s se ver mar Iemanj s se ver mar Iemanj s se ver mar Mulher t na praia Homem t no mar Mulher t rezando pro homem voltar Man foi pra pesca Pescar pra viver Peixe bom pra comida Peixe bom pra vender Peixe bom pra comida Peixe bom pra vender Iemanj s se ver mar.

    Iemanj de: Marquinhos: intrprete: Olodum disco: Da Atlntida Bahia o Mar o Caminho, gravadora: ano: O velho pescador segue seu rumo ao mar E ouve o canto da sereia em plena lua cheia Iemanj seu pranto me faz inspirar Deitou seu amor pra nunca mais voltar Transformou-se num rio em lgrimas de dor E no ventre de me os seus filhos gerou Nascendo de repente, Oxumar, Xang E na flor do mar j se fez emergir vestida de amor e s pra mim sorrir E o pescador irmo lhe pede pra guiar.

    Atlntida existia no centro do mar Eu sei que o mar o caminho para todo lugar Plato o grande sbio em filosofia Mas tudo que acontecia ele descrevia Toda a inteligncia que o povo continha Riquezas e luxrias pois l existia Mas onde h o homem existe a ambio E o grande Zeus irado ao ver ficou Enviando gua e fogo, ele a devastou. Il Ay de: Edil Pacheco, Paulo Csar Pinheiro: intrprete: Agep disco: Agep, gravadora: ano: Il, il, il ay Teu canto vem do povo de Aruanda Il, il, il ay A tua fora vem do teu cantar Zambi mandou dizer Que o Il o torro da vida Iremos Com tosa a raa unida terra prometida Lugar da promisso Zambi mandou seguir A luz da estrela da partida Il ay vai se acender feito um claro Na terra me do nosso corao Il ay que vai ser o nosso cho Pra se funda de novo uma nao Salvador, magia Curuz, Bahia Que felicidade!

    Bem faz ao ditado merecer Aquela moa da praa, ainda espera pelo Il E continua com graa at o dia amanhecer Trs vezes sete, de glria, seu nome sua histria Resultado mpar vinte e um.

    Il ay terra da vida de: Cabana, Norival Reis: intrprete: MPB4 disco: Cicatrizes, gravadora: ano: Il ay, il ay Odara Negro cantava na nao Nag Depois chorou lamento de senzala To longe estava De sua il ay Tempo passou E no terreiro da casa grande Negro diz tudo que pode dizer samba, batuque, reza dana, lataria Negro joga capoeira E faz louvao Rainha Hoje negro tema Negro vida Na durao do tempo Desfilando na avenida Negro sensasional toda festa do povo dono do carnaval.

    Doutor Jogava o Flamengo E eu queria escutar Mudou de estao, Comeou a cantar Tem mais Um cisco no olho Ela invs de assoprar Sem d Falou que por ela eu podia cegar Se eu dou Um pulo, um pulinho, um instantinho no bar Bastou Durante dez noites me fez jejuar Levou As minhas cuecas pro bruxo rezar Coou Meu caf na cala para me segurar Se eu tou, ai se eu tou Devendo dinheiro e vem um me cobrar Doutor, ai doutor A peste abre a porta e ainda manda sentar Ainda manda sentar Depois Se eu mudo de emprego que pra melhorar V s Convida a me dela pra ir morar c Doutor, ai Doutor Se eu peo feijo ela deixa salgar Calor Mas veste casaco pra me atazanar E hoje Sonhando comigo mandou eu jogar no burro E deu na cabea centena e milhar Quero me separar.

    No que eu tava numa mais ou menos Andando com a rapaziada catita e legal Mas de repente detalhes pequenos Me fizeram entre outras coisas sair do normal Eu fui ficando pouco a pouco injuriado Mal humorado, abandonado Sem at poder amar A tal da crise deixou minha vida maluca Com vontade na Tijuca De voltar l pra Copacabana! Fui macumba, pedi baixa no emprego Me botaram numa clnica E depois fui viajar Foi s depois ento que pude constatar Que no adianta fazer nada pra essa coisa melhorar.

    Ioi voc quer? Que saudade que tenho l da Bahia, Terra boa pra gente fazer folia, Tem um santo muito forte, milagroso, Do Brasil um santo velho e poderoso E no samba as baianas tem que ir Com sandlias de veludo e marroquim, Pois na Penha vo fazer as omelita E rezarem na Igreja do Bonfim. Dei um tiro de garucha - j andei Respondeu o bacamarte - j andei Mas no poude te falhar - j andei Quem no pode no intima - j andei Deixa quem pode intim - j andei Quem no pode com mandinga - j andei.

    No carrega patu - j andei.

    DE BAIXAR PLANTA MUSICA RAIZ RASTA CHARUTO E

    Eu sou bem feliz cantando assim: Me salvei l no Bonfim, eh! Se eu no fosse o que seria de mim. Eu estava enfeitiada, Dava um azar sem ter fim Desmanchei o tal feitio, Agora a sorte pra mim.

    Se no fosse o nego velho, Eu at hoje sofria, Se eu soubesse a mais tempo, J tinha ido Bahia, eh! Joo como um Joo qualquer Joo de sangue Afro-Tupi De prncipe a escravo a preto-frro De operrio a novamente heri do morro Aprendeu a resistir Na favela, a tribo passa fome de cachorro um osso duro de roer Mas toda a resistncia corre em meu socorro Valoriza, heri, todo sangue derramado Afro-Tupi!

    Combate, Mal! D trs pulos a Saci!

    PLANTA E RAIZ – EXÉRCITO DELIRANTE - Reggae - Sua Música

    Se atira no espao por ns Zumbi! Joga a chibata, Joo, no mar que te ampliou! Ah, olha o raio de luz: Kau Xang! Jogando Caxang de: Tadeu de Obatal, Bola de Brilhante, Carlos Gomes: intrprete: Rosa Reis disco: Rosa Reis, gravadora: ano: Partiu o navio negreiro Levado pelo balano do mar L vai o meu povo de Uganda Regido pela banda do luar Velhas poesias de pores A noite foi feita pra cantar Jogando jogando a pacincia Uganda vai jogando caxang jogando caxang Uganda Mostrando a cultura de uma raa Em frente meu povo vamos l Correntes no amarram quem faz samba E o bumba boi quem gosta de cantar Ao som do Akomabu Filhos de Gandhy Deboche quem no gosta de danar Jogando jogando a pacincia Uganda vai jogando caxang jogando caxang Uganda Ax para o meu povo de Uganda O mundo vem ao Rio para ver seu Carnaval Ax para o meu povo de Uganda Faz hino da Bahia um Gantois.

    Tem que tomar cuidado, Z! Tem casa amarela Tem casa vermelha Tem casa com fome Tem casa na ceia Tem casa com florzinha na janela Tem cabra que eu no sei Que malvadeza aquela. Jubiab de: Gilberto Gil: intrprete: Gilberto Gil disco: Soy loco por ti Amrica, gravadora: ano: Negro Balduno, belo negro baldo Filho malcriado de uma velha tia Via com seus olhos de menino esperto Luzes onde luzes no havia Cresce, vira um forte, evita a morte breve Leve, gira o p na capoeira, luta Bruta como a pedra, sua vida inteira Cheira a manga espada e maresia Tinha a guia que lhe deu Jubiab Que lhe deu Jubiab A guia Trava com o destino uma batalha cega Pega da navalha e retalha a barriga.

    Jubiab de: Martinho da Vila: intrprete: Martinho da Vila disco: Batuque na cozinha, gravadora: ano: O homem tem dois olhares Um encherga e outro v Tem o olho da maldade E o olho daqui tarde Tem que ter olho bem grande Pra poder sobreviver Jubiab, Jubiab Faz o feitio bem feito Pra minha nega voltar Jubiab, Jubiab Numa odu capanego.

    Jurema, Jureminha de: J. Justia de Xang de: Osny Silva e J. L vem pedra de: Sergio Ricardo: intrprete: Sergio Ricardo disco: Do lago cachoeira, gravadora: ano: Que lugar esse Bato ningum abre a porta Chamo ningum responde Grito mas ningum vem me escutar Canto ningum me acompanha Batuco e no vejo ningum sambar Opa que l vem pedra Se abaixe ou pule na fofueira Bate que bate vela chamando O vento jangadeiro Bate que bate roupa na tina A sina lavadeira Bate o pandeiro e o berimbau No toque da capoeira Bate que cheiro esse que bate incenso de macumbeira Oi que medo esse Na boca desse silncio.

    Ladeira do Pel de: Beto: intrprete: Gal Costa disco: Plural, gravadora: ano: Olodum, negro elite negritude Deslumbrante por ter magnitude Integra no canto toda a massa Que vem para a praa se agitar Salvador se mostrou mais alerta Com o bloco Olodum a cantar L l o L l l L l l a a a a L l l a a a a Aganju, aluj, muito ax Canta o povo de origem nag O seu corpo no fica mais inerte Que o bloco Olodum j pintou L l o L l l L l l a a a a E eu vou E eu vou. Lgrima do sul de: Milton Nascimento, Marco Antnio Guimares: intrprete: Milton Nascimento disco: Encontros e despedidas, gravadora: ano: Reviver Tudo o que sofreu Porto de desesperana e lgrima Dor de solido Reza pra teus orixs Guarda o toque do tambor Pra saudar tua beleza Na volta da razo Pele negra, quente e meiga Teu corpo e o suor Para a dana da alegria E mil asas pra voar Que havero de vir um dia E que chegue j, no demore, no Hora de humildade, de acordar Continente e mais A cano segue a pedir por ti frica, bero de meus pais Ouo a voz de teu lamento De multido Grade e escravido A vergonha dia a dia E o vento do teu sul semente de outra histria Que j se repetiu.

    Lagrime de: Luis Dillah: intrprete: Luis Dillah disco: Que nem eu, gravadora: ano: Me de minha carne Guardi do meu esprito Que salta dos meus olhos Em direo vida Pulsa no meu sangue o teu sangue Sempre a fora bossa guia Me do meu corao Se me pego aqui vivendo Essa existncia porque me deste A chance de crescer Aos olhos do pai Yemanj me dgua Proteja seu sorriso, sua lgrima Me do meu corao Que a luz da divindade Esteja em seu caminho, Sua estrada Me da cano Vou seguindo meu destino Minha voz, meu instrumento Minha f, minha vontade de viver Yemanj me dgua Proteja meu caminho, sua estrada Me de meu corao Que a luz da divindade Esteja em seu sorriso, sua lgrima Me da cano.

    II, gravadora: ano: Quero t-la quero voc quero ver Quero v-la lambuzada de dend Quero t-la quero quero quero ver Quero v-la lambuzada de dend Quero v-la lambuzada de dend Quero v-la lambuzada de dend Da cabea para baixo mexer Danar samba lambada il i i Umbigada merengue reggae e bal Umbigada merengue reggae e bal Quero t-la quero ter o seu ax Quero t-la comigo no Badau Minha estrela minha guia minha f Quero t-la quero voc quero ver Quero t-la quero voc quero ver Quero t-la quero voc quero ver Quero v-la lambuzada de dend Quero t-la quero quero quero ver Quero v-la lambuzada de dend Quero v-la lambuzada de dend Quero v-la lambuzada de dend Danar batucada e maculel Desde a noite at o sol nascer Danar sobre as guas minha Oxum Mar Danar sobre as guas minha Oxum Mar Quero t-la para sempre na Guin Em Panamaribo Jamaica ou Quebec Quero v-la num vdeo numa TV Quero v-la na tela do Carib Quero v-la na tela do Carib.

    Lavagem do Bonfim de: Gilberto Gil: intrprete: Gal Costa disco: O sorriso do gato de Alice, gravadora: ano: Lavagem do Bonfim na quinta-feira Sai da Conceio da praia a primeira Talagada de batida na praa do cairo Levanta a pista ao alto Lacerda Mais parece um corredor que envereda Uma pista de corrida, correr pro cu azul Olha a vertigem virgem Maria Te segura criatura que o dia Inda t menino moo, o almoo inda t cru Segura bem na mo da menina Poupa teu corao que s na colina Que o santo serve o caruru Timbau, pandeiro, som de guitarra Tanta roupa branca, tanta algazarra Zona franca de folia, de f, de devoo Foto de lambe-lambe alegria Vai passar pelo moinho da Bahia Mais de trinta graus de calor, amor e emoo Lembra bem dos degraus da igreja Guarda um pouco de suor pra que seja Misturado s guas e as mgoas de lavar o cho Faz tempo que passou da calada Segura os joelhos nessa chegada Que o peito arde de paixo.

    Lavanda de: Carlinhos Brown: intrprete: Dade disco: Dade 2, gravadora: ano: Anjo chama baa na porta de tia E parte pro mato cortar lenha Com machado de prata Xang que a guia Dad chama Oxssi mata lembra Um barco de banda corta laser, kicongo, kimbombo linguajar Mulando refogando jemb Xequer vara mata adentrar Ai ai ai ui ui ui ai ai ai ui ui ui Guarda um feixe de lenha Na porta do dia Na volta na certa me dir Mame zela esteira que noite dormir Papai zela ala de mira Enche mar para conta de um er Passar fora a trouxa do irar.

    Le foudes vous de: Dito: intrprete: Marco Monteiro disco: Delrios e luzes, gravadora: ano: Ch de alum, i, i Cachaa tem todo dia Caboco que vem dAngola Tem a cara da Bahia, jambo, jambo, jamb l mandinga Remexe, mexe, bunda l l Esfrega, esfrega Na nossa ginga rendez vous, l siciet E s quem tem me no mangue que no dana Com medo de revelar A sua herana, No rala, rala Que aprendi na Frana Alons enfant De la patrie Balana a pana L foudes vous Petit-pois Bumbum lol Armrio de mulher-dama Tem gravata e palet Tem mixet Samussum, maculel Tem p de Exu Que pra acabar seu calundu.

    Leilo de: Heikel Tavares, Juracy Camargo: intrprete: Pena Branca e Xavantinho disco: Corao Matuto, gravadora: ano: De manh cedo Num lugar todo enfeitado Nis ficava amontoado Pra esperar o comprador Depois passava Pela frente do palanque Afincado ao p do tanque Que chamava bebed, E nesse dia Minha via foi comprada Numa leva separada De um sinh mocinho ainda Minha veinha Era a frr dos cativeiros Foi int me do terreiro Da famia dos kambinda No mesmo dia Que levaram minha preta Me botaram nas grita Que pra mode eu no fugir E desde ento o preto vio a percur Ficou vio como t Mas como grande este Brasil E quando veio De Izab as alforria Percurei mais quinze dias.

    Oh gente! Estou lembrando Z Pereira Que durante a vida inteira Comandou o carnaval.

    CHARUTO RASTA MUSICA RAIZ BAIXAR PLANTA E DE

    E pelas matas de Zan Ele cresceu e se fez um homem bom Caadores de negros no local. No tem, vai po com po J era a Tirolesa, o Garrincha, a Galeria A Marylin Veiga, o vai-da-valsa, e hoje em dia Rola a bola, sola, esfola, cola pau a pau E l vem Portelas que nem Marqus de Pombal Mal, isso que vai mal, mas viva o carnaval Lights e sarongues, bondes, louras, king-kongs Meu piro primeiro muita marmelada Puxa-saco, cata resto, pato, jogo de cabresto E a pedalada quebra outro nariz Na cara do juiz Ai, e h quem faa uma cachorrada E fique na banheira, ou jogue pra torcida Feliz da vida Toca de tatu, lingia e paio E boi zebu Louvao Oxum de: Ordep Serra, Roberto Mendes: intrprete: Maria Bethnia disco: Olho d'agua, gravadora: ano: Kar declaro Aos de casa que estou chegando Quem sabe venha buscar-me em festa Orarei a Oxum, sei que sim Xinguinxi comigo Oxum que cura com gua fresca Sem gota de sangue Dona do oculto, a que sabe e cala No puro frescor de sua morada Oh!

    Lua de Ogum de: Murilo: intrprete: Zeca Pagodinho disco: Zeca Pagodinho ao vivo, gravadora: ano: A lua Quando clareia o terreiro Em forma de pandeiro O samba brasileiro Fica mais bonito A foz do partideiro Vai ao infinito H sempre uma histria a contar De um povo que veio de l De alm-mar uma voz que no se cala Que superou a senzala E conseguiu se libertar Os astros tm influncia no samba Clareia a noite de um bamba Que cultiva a inspirao Lua da Ogum No deixe em momento algum Meu samba na escurido Clareia meus acordes musicais Ou ser que a lua de So Jorge No mais?

    Lua Sonora de: Eduando Dusek: intrprete: Eduando Dusek disco: Contatos, gravadora: ano: Guerra no, paz Guerra no, paz Lua faz o homem amanhecer Oh lua leve, leve embora Faz o escuro desaparecer Brilho da lua, lua sonora Sopra o vento nas estrelas Vem nos apaziguar Brilha a fora, hoje creio Que nada de mais vai nos espantar Guerra no Chama da mata Paz Sua beleza Guerra no Luar de prata Paz Oh natureza Melodia deusa, ondas do mar Lua na praia, oh lua branca Ilumine essa cidade pag Canta nas ondas, a lua canta Mora o tempo nos seus braos S ela guarda as manhs Firma a luz no espao Iemanj nos manda um talism Guerra no Concha na areia Paz.

    Sua boca vermelha, a ma tatuada Sobre o ombro a sombra de veludo , A pele onde um homem que nada Pensa que capaz de tudo. Entre o ouro e a mianga ofegava a audcia, Entre a joalheria e a farmcia, Entre ser a nova estrela da Banda E uma filha de Umbanda Toda vez que as pestanas castanhas batiam, O olhar trocava mil slides: Na praia, na lambada, Com a amiga que j faleceu de Aids E na bolsa, quando ia ao toalete, A gilete, o sempre-livre, E o chiclete importado, O velho exemplar do despertar de algum mago O apelido que no posso esquecer: A Jezebel do Duvivier, Saiu assassinada na manchete, Entre a greve e os motins urbanos, Chamava-se Moema, era morena, E tinha apenas treze anos.

    RAIZ BAIXAR PLANTA E MUSICA DE CHARUTO RASTA

    Maculel de: N. Pereira, C. Minha me uma ave-maria Meu sambagel macu????????? Me frica de: Murilo, Luverci Ernesto: intrprete: Quinteto em Branco e Preto disco: Riqueza do Brasil, gravadora: ano: Veja l, Que tem jongo, tem congada e capoeira Bumba-meu-boi, roda de samba Tem mais na festa afro-brasileira Menininha a beno madrinha, ax Abenoa a patroa do meu candombl Vindo da me frica distante O negro foi mais forte que a dor A m sorte o tornou gigante Nobre, bem maior que o seu Senhor Trouxe seus costumes e magias Danas e cantigas de valor Conhea a culinria da Bahia A saga de Zumbi, um redentor Odudua a Terra Obatal o ar O filho seu de guerra O filho seu vai reinar.

    Me das guas de: Odara: intrprete: Il Aiy disco: ll Aiy, gravadora: ano: Prola negra, prola ll Prola negra, prola ll A teogania de um mito a expresso de um dogma Genealogia da f e da razo, Do meu cantar Me estrela de: Nardo, Edlamar: intrprete: Tobias disco: Tobias, gravadora: ano: Desde os tempos da senzala Que o negro cantava suado Batendo o pilo Desejava a liberdade Logo sentia aumentar As batidas do seu corao Batia mais forte, ora bate pilo Sonhava mais alto, bate pilo.

    Me Estrela de: Nardo, Edlamar: intrprete: Tobias disco: Tobias, gravadora: ano: Desde os tempos da senzala Que o negro cantava suado Batendo pilo Desejava a liberdade Logo sentia aumentar As batidas do seu corao Batia mais forte, ora bate pilo Sonhava mais alto, ora bate pilo Sentia mais perto, ora bate pilo Alibertao Com espuma e luar, Janana Lavou seu tormento O canto dessa raa, ago, oi Esconde lamento A me estrela no cu Refletida das ondas do mar Iara la laia laia Odoi, me de aroc.

    Me guerreira de: Roberta Miranda: intrprete: Tobias disco: Tobias, gravadora: ano: Guerreira Segue teu caminho livre Levanta a bandeira Clareia, me Segue teu caminho livre Levanta a bandeira A fora t no vento forte Do bem de quem quiser levar Guerreira Segue teu caminho livre Levanta a bandeira. Me guerreira de: Roberta Miranda: intrprete: Tobias disco: Tobias, gravadora: ano: Guerreira Segue teu caminha livre Levanta a bandeira Clareia me Segue teu caminho livre Levanta a bandeira A fora ta no vento forte Do bem de quem quiser levar Guerreira Segue teu caminho livre Levanta a bandeira Sete banhos de cachoeira Alecrim, muita arruda e guin Minha me me traz muito ax.

    Minha me Quem no mama, espia Oh! Minha me Generosa a teta Da nossa me preta Bahia. O sol vestiu terno de linho e chape panam E brilhou bem mais feliz Quando Leila Diniz foi cabocla de Iemanj Clara manh do pas Que rompia os Brasis feito Ogum Beira-mar Na boca da noite de Elis uma luz vadiava Francisco no era de Assis mas criava seus sabis O tom brasileiro pra mim era som pra Jobim cantar Poeta tinha moral e o povo tinha Morais E outros tantos plurais A lua bebeu Moet-Chandon num motel do Jo E brilhou bem mais feliz Quando era uma glria Darlene escandalizar Reinava a Oxum mais bonita A Me Menininha do meu Gantois Enquanto a divina Elizeth nos enluarava Valente que era de Assis e cantava pra no chorar As rosas falavam e Cartola fingia no escutar Era alegria e paixo e o povo tinha Drummonds O poeta e o baro E o leo era s mais um milhar.

    T indo agora pra um lugar todinho meu Quero uma rede preguiosa pra deitar Em minha volta, sinfonia de pardais Contando para a majestade, o sabi T indo agora Tomar banho de cascata Quero adentrar nas matas Onde Oxssi o Deus Aqui eu vejo plantas lindas e selvagens Todas me dando passagem Perfumando o corpo meu Esta viagem dentro de mim Foi to linda Vou voltar realidade Pra este mundo de Deus Pois o meu eu Este to desconhecido Jamais serei trado Este mundo sou eu. Me botaram mal olhado Minha vida se mudou A mlher que eu mais amava Foi-se embora e me deixou O meu rancho to bonito Veio o vento e derrubou.

    Malungo de: Catoni, Joel Menezes: intrprete: Agep disco: Agep, gravadora: ano: Hoje eu vou numa viagem Peito aberto, brao forte Vou caminhar na minha sorte Eu sou eu, Moambique, Vatuse ou Angola Quem quiser se alegrar que me escute agora Vou contar tudo aquilo que no mundo fiz Sem dizer a origem, razo ou raiz Sei dizer a meu canto sem pranto feliz Vim de to longe De no sei onde Tenho a certeza sou Filho de Olorum Viagem fiz sem ter sorte Sem tempo e sem liberdade Malungueiro de brao forte Parei a tempo a saudade hoje eu vejo a cidade A minha arte cantar Empunhei o meu estandarte Onde hoje meu lugar Meu lugar, meu lugar Mamma de: Efson : intrprete: Agep disco: Mistura Brasileira, gravadora: ano: I i i, mamma Odoio mamma Sarav mamma Oh, mamma Hoje seu dia Em todo caanto dessa terra Mamaezinha esto festejando seu dia Oh, mamma Hoje no dia de chorar At o vento Est ficando com tristeza Que lhe fez assim chorar Oh, mamma O mal que fez voc chorar Vai se acertar com as sete ondas Mamaezinha, e com seu corpo do mar Oh, mamma.

    Manda notcia de: Nelson Rufino, Joo Rios: intrprete: Neguinho do Beija-Flor disco: A voz da massa, gravadora: ano: Manda notcia pra mim Quero qualquer novidade To me sentindo to s Morrendo de amor e saudade Quando voc foi embora, viu Tive mais sossego no Todo mundo perguntava, viu O motivo, a razo.

    Tendo isso em minhas mos, Nada mais posso temer, Tenho meu corpo fechado Quero meu santo benzer. Quero livrar dos maus olhos, Que atrasam a minha vida, Quero evitar brigar Noite e dia com minha querida.

    Mandinga de: Celso Bahia: intrprete: Celso Bahia disco: Dois neguinhos, gravadora: ano: Eu s sei que voltou A mandinga que voc mandou Eu s sei que voltou A mandinga que voc mandou Vizinho t com olho grande em voc Amigo querendo tomar seu lugar Mulher se retou e j vai te deixar.

    Mandinga de: Andr Christovam: intrprete: Andr Christovam disco: Mandinga, gravadora: ano: Por nascer filho de Deus Eu ganhei nome de santo Da me herdei os olhos Do pai um outro encanto Uma mulher no to mais velha Me tascou o primeiro beijo Com o crebro entre as pernas Dei de cara com o desejo A paixo foi uma mestra Morena e sinuosa Me ensinou a mentir E a trepar sem muita prosa Da estrada levo os comparsas E muita garrafa vazia Um par de guitarras velhas E os amores de um s dia No bolso um patu Pra inveja morrer mingua Seis vidas pras tuas balas E um blues chamado Mandinga.

    Maracatu do meu av de: Nei Lopez, Leonardo Bruno: intrprete: Alcione disco: Almas e Coraes, gravadora: ano: Meu av nasceu onde o sol morre E se afoga em fogo em pleno mar Onde o vento Harmatan Que vem do norte Cospe rubras fagulhas pelo ar Meu av tinha ofcio de ferreiro E quem mexe na forja Ogum Que nascendo ferreiro foi guerreiro Meu av no foi qualquer um.

    Maracatu elegante de: Jos Prates: intrprete: Inezita Barrosos e Orquestra, Coral e Regional de Caulinha disco: Vamos falar de Brasil novamente, gravadora: ano: Bum, bate o bumbo e o agog Eu sou filha de Nag E a nao vai coroar l na rua Imperial Para detrs do chafariz Que sai todo pessoal Maracatu Eu sou rei muito elegante J reinei no elefante E vou voltar a reinar.

    Maraka de: May East: intrprete: May East disco: Remota Batucada, gravadora: ano: Esta maraka dgua doce, dgua doce Esta maraka dgua doce da Oxum Dama do amor Dona do ouro Eu quero estar com meu amado no meu lado Quero escutar o tilintar das moedas Dona do amor Dona do ouro Tem uma gota dgua doce no meu peito Tem uma gruta douro a ser explorada Eu vou me dar Vou fecundar.

    O samba de roda como patrimônio oral e imaterial da humanidade pela Unesco

    Maria Moita de: Carlos Lyra: intrprete: Nara Leo disco: O fino da bossa, gravadora: ano: Nasci l na Bahia De mucama com feitor Meu pai dormia em cama Minha me, no pisador Meu pai s dizia assim: venha c Minha me dizia sim sem falar Mulher que fala muito Perde logo seu amor Deus fez primeiro o homem A mulher nasceu depois Por isso que a mulher Trabalha sempre pelos dois Homem acaba de chegar t com fome A mulher tem que olhar pelo homem Mulher deitada em p Mulher tem que trabalhar O rico acorda tarde J comea rezingar O pobre acorda cedo J comea trabalhar Vou pedir ao meu babalorix Pra fazer uma orao pra Xang Pra por pra trabalhar Gente que nunca trabalhou.

    Minha me dizia sim Sem falar Mulher que fala muito Perde logo seu amor Deus fea primeiro o homem A mulher nasceu depois E por isso que a mulher Trabalha sempre pelos dois. Maria Rai de: Jonny, Val Macambira: intrprete: Chiclete com Banana disco: Chiclete com Banana, gravadora: ano: Deixe eu ser livre, Que a liberdade no cansa Deixe, favor no me toquem Eu sei me cuidar Deixe iluso passageira o amor profundo E mora na boca do mundo Eu vou te encontrar Quero o Santo Salvador No milagre e na dana, Quero folia na praa, Poder namorar Quero a criana sorrindo, O amor profundo, E mora na boca do mundo, Eu vou te encontrar Eu vou alm da fantasia Eu vou alm do alm mar Maria rai od odara, od odara Deixo o que voc no deixa E conto com voc, meu santo Deus Quando voc no me beija Nem deixa falar, meu santo Deus Vejo o que voc no v Quero o que voc no quer Tudo o que voc no v Quero o que voc no quer Tudo o que voc no faz Eu fao merecer, meu santo Deus Ensine, orao, ironia, Do lado de c, meu santo Deus Vejo o que voc no v, Quero o que voc no quer , , , , , meu santo Deus.

    Maria vai com as outras de: Toquinho, Vincius de Moraes: intrprete: Toquinho e Vincius de Moraes disco: Toquinho e Vincius, gravadora: ano: Maria era uma boa moa Pr turma l do Gantois Era a Maria-Vai-Com-As-Outras Maria de coser Maria de casar Porm o que ningum sabia que tinha um particular Alm de coser alm de rezarTambm era Maria de pecar Tumba- caboclo tumba l e c Tumba- guerreiro tumba l e c Tumba- meu pai tumba l e c No me deixe s tumba l e c Tumba- caboclo tumba l e c Tumba- guerreiro tumba l e c Tumba- meu pai tumba l e c No me deixe s Maria que no foi com as outras Maria que no foi pro mar No dia dois de fevereiro Maria no brincou na festa de lemanj No foi jogar gua-de-cheiro Nem flores pr sua Orix A Iemanj pegou e levou O moo de Maria para o mar Tumba- caboclo tumba l e c Tumba- guerreiro tumba l e c Tumba- Iemanj tumba l e c No me deixe s tumba l e c Tumba- caboclo tumba l e c Tumba- guerreiro tumba l e c Tumba- Iemanj tumba l e c No me deixe s.

    Medalha de So Jorge de: Moarcyr Luiz, Aldir Blanc: intrprete: Maria Bethnia disco: Olho d'gua, gravadora: ano: Fica ao meu lado So Jorge Guerreiro Com tuas armas, teu perfil obstinado Me guarda em ti meu santo padroeiro Me leva ao cu em sua montaria Numa visita lua cheia Que medalha enluarada Te guardo em mim, meu santo padroeiro A quem recorrro em horas de agonia. Meia noite de: J.

    Meio da mar de: Carlinhos Brown: intrprete: Timbalada disco: Andei road, gravadora: ano: Sou remador do bom Feito de sal e som Teu remador sou eu Meu manzu encheu Meu manzu encheu Teu remador sou eu Sou macumba Sou macumba Sou macumba Soul, sou macumba Eu vou te levar.

    Melodia africana de: J. Terra a vista! Tem amor Aqui pra dar Onde canta o sabi Vem de longe Foi seu Cabral que descobriu Provou, gostou Deitou, rolou No Pau-Brasil De l pra c nada mudou Terra abenoada Tudo que se planta d Magia iluminada de norte a sul Pela luz de Oxal O que bom todo mundo gosta Encosta que a marola vai levar melzinho na chupeta papinha de bab At o abi que daqui meteu a p A arte mil faces do tempero brasileiro Corao aventureiro viajando na imensido Os rios, os verdes e as matas A cor da mulata Meu time campeo No palco do meu carnaval As riquezas desse cho O meu capricho tropical Nesse nungum mete a mo.